Como saber a melhor época de viajar

O que dita às estações é unicamente o clima e não o calendário como temos o costume de pensar. Inúmeros são os lugares no mundo para você viajar, independentemente da estação do ano. Porém a falta de um planejamento certo poderá arruinar suas férias: esqui sem neve, compras sem economia, praia com chuva são alguns exemplos de como é importante pensar atentamente sobre qual a época ideal pra aproveitar melhor seu passeio e viajar pelas várias regiões do Brasil.

Sem possíveis imprevistos.

Com características de País continental devido a sua vasta extensão territorial o Brasil apresenta opções de viagens o ano todo. Com isso a visão romântica de estações bem definidas não funciona por aqui. O que temos é opção de desfrutar de rigorosos verões ou os invernos frios das serras. Assim lhe propomos-lhe uma análise das regiões do Brasil com suas peculiaridades para que você possa se programar e desfrutar do que realmente deseja , sem incômodos e imprevistos

Leia também: Os melhores lugares para se visitar na Bahia 

O Brasil em regiões

Norte do Brasil- O inverno significa bastante chuva na região do Amazonas brasileiro, entre dezembro e maio alagamentos são comuns. O clima é mais ameno em compensação, com uma brisa constante que alivia o calor típico da região. De junho a novembro, época seca e com o forte calor principal desafio para os turistas que chegam a superar os 40°C. A melhor época é no mês de agosto para curtir as praias fluviais da região, e cachoeiras. As águas atingem o nível mais baixo em novembro, os pássaros se reproduzem, as tartarugas fazem a desova e as castanheiras florescem.

Sul do Brasil-esta região costuma apresentar verões úmidos, sendo comuns fortes chuvas no final da tarde. Opção de quem desejar contemplar um belo cenário sem muita badalação é curtir as praias durante o outono. Outra opção são as Cataratas do Iguaçu. O espetáculo da natureza é encantador durante todo o ano.

Nordeste do Brasil- Sem dúvidas a época mais badalada no nordeste brasileiro é o verão, com suas lindas praias e arquipélagos encanta e atrai turista o ano todo, que percorrem desde o Rio Grande do Norte ao litoral da Bahia atrás de cenários majestosos. O período chuvoso vai de abril a Julho. Mas de agosto a dezembro a estiagem prevalece.

E o sol de Nordeste te convida a desfrutar as belas prais que a região oferece. Os Lençóis Maranhenses no Maranhão podem ser visitados durante todo o ano, mas seus encantos são maiores em épocas específicas. As lagoas entre as dunas são formados pela água da chuva, e ficam vazias durante os meses mais secos. O recomendado é visitar o lugar logo após o fim das chuvas, em junho, quando o tempo está seco, mas as lagoas estão cheias.

Sudeste do Brasil- Ir ao litoral é um programa praticamente irresistível no calor do verão, como resultado preços pouco convidativo e praias lotadas. O ideal é aproveitar os dias de calor do outono e da primavera, isso para quem quer mais sossego claro. Quando a temperatura estiver mais baixa durante o inverno, e proporcionalmente tiver menos mosquitos, a dica é usufruir de uma aventura na Mata Atlântica, onde é possível ter ondas e praticar surfe.

Centro-Oeste do Brasil– Maio e julho são as melhores épocas para visitar a capital brasileira, afinal diferentemente do verão, não chove muito. Para quem deseja conhecer a Chapada dos Veadeiros o conselho é ir quando a vegetação está mais verde e as cachoeiras e os rios e mais calmos, no período de chuvas de dezembro a março. Mato Grosso do Sul seguem a mesma regra.

Os animais aparecem com a vegetação mais verde, pois o nível dos rios está mais alto tendo dessa maneira vegetação e sobra. As frequentes queimadas afugentam a fauna para longe, durante as secas.

A melhor época par conhecer o Pantanal é de Maio a Setembro período de seca ou vazante baixa, quando as estradas são transitáveis e as chuvas diminuem, e também são os melhores meses para a observar os pássaros. Apesar de o calor poder chegar a até 46°C de outubro a novembro, é um bom momento para admirar os animais, já que estão reduzidas as áreas alagadas, e os animais disputam espaços nela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *